Gerenciamento de Recursos da Corporação – CRM

histórico-veraque
HISTÓRICO

Originalmente o treinamento de CRM teve seu início na aviação no final dos anos 70, quando pesquisas realizadas pela NASA e Universidade do Texas, assim como estudos provenientes da década anterior, constataram que o ERRO HUMANO era a principal causa dos acidentes. Tais evidências estimularam o consenso entre as empresas aéreas, indústria aeronáutica e governo quanto à necessidade de incrementar Programas de Treinamento em Fatores Humanos. ¹

Foi então nesse período criada a primeira “etapa” do treinamento, inicialmente para pilotos – Cockpit Resource Management (Gerenciamento de Recursos da Cabine). Na sequência, comissários integram o time, passando o curso a se chamar – Crew Resource Management (Gerenciamento de Recursos da Tripulação). Posteriormente, demais equipes também participam, como por exemplo técnicos de manutenção, despachantes de voo, escaladores, agentes de aeroportos, apoio de solo, entre outras áreas técnicas, operacionais e até mesmo administrativas com suporte ao voo. Assim, o conceito se expande – Corporate Resource Management (Gerenciamento de Recursos da Corporação), com todos responsáveis pelo mesmo objetivo. ²

OBJETIVO

O treinamento de CRM está orientado a DIMINUIÇÃO DOS ERROS HUMANOS, através da aplicação de conceitos e ferramentas de gerenciamento moderno que visam o uso eficiente e eficaz de todos os recursos disponíveis (humanos, equipamentos e informações) que interagem em um sistema corporativo. ³

O desenvolvimento de HABILIDADES NÃO TÉCNICAS, ou SOFT SKILLS (habilidades comportamentais), também auxilia o GERENCIAMENTO DE AMEAÇAS em ambientes complexos e de crise, que requeiram velocidade no processo de comunicação e tomada de decisão, por exemplo.

Portanto, o CRM não é apenas uma capacitação, é um programa sistêmico que promove a melhoria da performance das equipes multiprofissionais e aumenta a qualidade dos aspectos de segurança das operações correlacionadas. Dessa maneira, ele é capaz de proporcionar excelentes resultados, como os destacados a seguir: 

RESULTADOS

. Aumento do desempenho operacional e coordenação das equipes
. Melhor percepção, compreensão e projeção das situações de riscos
. Melhora do processo de tomada de decisão
. Atitudes e comportamentos mais seguros
. Processos de comunicação mais eficientes e assertivos
. Efetivo gerenciamento de ameaças externas ao contexto
. Aprimoramento das habilidades de liderança
. Redução do distanciamento do poder
. Promoção do autoconhecimento e capacidade de autoavaliação
. Maior gerenciamento do estresse e fadiga
. Efetivo gerenciamento de sistemas automatizados
. Adequada administração da carga de trabalho
. Desenvolvimento de organizações mais resilientes
. Melhora no trabalho em equipe e gerenciamento de conflitos
. Maior conscientização da importância de adesão aos procedimentos
. Fortalecimento da cultura de segurança da organização
. Ações e contramedidas de mitigação de condições latentes
. Inteligência de time e confiança mútua entre os profissionais
. Redução de indicadores operacionais por falhas humanas
. Maior eficiência, eficácia e qualidade das operações
. Consequente otimização de custos, aumento do lucro, entre outros

¹-²-³ Parte dos trechos mencionados foram adaptados da IAC 060 1002-A / IS nº 00-010, revisão A (01/07/2020).

Em resumo, além destes e de inúmeros outros resultados constatados em diversos estudos, através da aplicação do CRM as empresas poderão “complementar” exigências regulamentares específicas de suas operações, além de preservar a integridade de seus colaboradores e clientes, proteger a imagem junto aos stakeholders, e consequentemente garantir o sucesso e sustentabilidade do negócio a curto, médio e longo prazo. 

SEGMENTO AERONÁUTICO:

A VERAQUE POSSUI CERTIFICAÇÃO DA AGÊNCIA NACIONAL DE AVIAÇÃO CIVIL (ANAC) PARA MINISTRAR TREINAMENTOS NA ÁREA DE FATOR HUMANO (CRM) A TODOS OS PROFISSIONAIS ENVOLVIDOS NA ATIVIDADE AÉREA. 

Clique aqui e saiba como fazemos para desenvolver os treinamentos, tornando-os adequados ao contexto de cada segmento.